FESTA CRIOLA

Lisboa Criola está em festa. De 2 a 5 de Novembro entra numa viagem pela música, literatura, gastronomia, dança e arte criola.

Durante 4 dias, Lisboa é crioula. Um convite para viver e sentir a efervescência multicultural pela mão de vários artistas e celebrar a crioulidade em várias zonas da cidade. 

Festa Criola termina com uma grande festa de encerramento na Praça Beato, com animação para toda a família. 
Vê o programa e faz o teu próprio roteiro.

cartaz de literatura



Greta Livraria
Lorena Travassos, investigadora e professora universitária na área de Cultura Visual, é também idealizadora do projeto Greta Livraria, uma livraria feminista que vende publicações e ilustrações produzidas por mulheres. A livraria funciona como loja on-line, mas também atua de forma itinerante, levando livros escritos por mulheres a festivais e feiras independentes em Portugal. 


Alice Azevedo
Ativista Trans, Feminista e Queer, Integra a comissão organizadora da Marcha do Orgulho LGBT de Lisboa, integrou o coletivo Panteras Rosa, integrou a direção da rede ex aequo para o mandato de 2019 e foi co-fundadora da Transmissão: Associação Trans e Não-Binária. É atriz, tendo integrado o GTSC-Grupo de Teatro Sai de Cena, e, recentemente, foi co autora da peça “Tágides, Exemplares” para o projecto “Essenciais” do Teatro do Bairro Alto.


Ariana Helena Furtado
Ariana Helena Varela Furtado, nasceu em Cabo-Verde, cresceu em Portugal, é professora do 1.º Ciclo e coordenadora da Escola Básica do Castelo em Lisboa, Agrupamento de Escolas Gil Vicente. Licenciada pela Escola Superior de Educação de Setúbal e pela Universidade Rennes II (França) e é tradutora de livros infantis como “O Senhor da Dança” e “O Grão de Milho Mágico” de Véronique Tadjo, “O Colar Mágico” de Souleymane Mbodj.


Maria Giulia Pinheiro
Poeta, dramaturga e performer. Vencedora da edição de 2022 do Prémio Nova Dramaturgia de Autoria Feminina com o texto “Isso não é relevante”. Criou e coordena o Núcleo de Dramaturgia Feminista. Autora de "Da Poeta ao Inevitável", "Alteridade", "Avessamento". Em 2020, ficou em 4º Lugar na Copa do Mundo de Poetry Slam, da França, representando Portugal. Desde 2019 circula os países de língua portuguesa com o espetáculo "A Palavra Mais Bonita" e vive entre Brasil e Portugal.


André Tecedeiro
É um poeta e dramaturgo português com background em artes visuais e psicologia. Publicou sete livros de poesia, entre os quais “A Axila de Egon Schiele'' (Porto Editora, 2020),
recomendado pelo Plano Nacional de Leitura.Está representado em mais de vinte revistas literárias e antologias. Poemas seus foram traduzidos para inglês, espanhol, catalão, grego e esloveno. É trans e ativista pela visibilidade da diversidade de género.


Ellen Lima
Ellen Lima é poeta, escritora e pesquisadora indígena de origem Wassu Cocal. É mestre em Artes e atualmente cursa doutoramento em Modernidades Comparadas: Literaturas, Artes e Culturas na Universidade do Minho, onde desenvolve pesquisa que interroga imagens sobre corpos indígenas como narrativas de expropriação de identidades. Tem textos publicados em diversas revistas literárias e integra, entre outras coletâneas, a obra “Volta pra tua terra", uma antologia de poetas antifascistas e antirracistas em Portugal.


Gisela Casimiro
Escritora, artista, performer e activista portuguesa. A sua obra está traduzida para turco, mandarim, alemão e espanhol. Publicou o livro de poesia Erosão e textos em várias revistas e antologias e é convidada habitual de festivais literários em Portugal, Turquia, Macau, Moçambique, Alemanha e Cabo Verde, bem como participou em exposições individuais e colectivas no Armário, Zé dos Bois, Balcony, Casa do Capitão, Quetzal Art Center, Galeria Municipal do Porto, Galeria Municipal de Almada, Museu de Arte Contemporânea de Elvas. Integra a Colecção António Cachola e interpretou espectáculos no CCB, São Luiz e TBA. Foi membro do INMUNE e faz parte da UNA - União Negra das Artes.


Nuna
Se há coisa que eu sou é ambiciosa, trabalhadora e sonhadora, e atrás dos meus sonhos fui e às vezes o destino a quem batalha retribui: o meu primeiro livro está nas minhas mãos.


Alice Neto de Sousa
Nascida na antiga freguesia lisboeta de São Sebastião da Pedreira há 28 anos, Alice é poeta licenciada e mestre em Reabilitação Psicomotora. Tornou-se um fenómeno nas redes sociais através do programa “Bem-Vindos” da RTP África, onde é presença habitual.


02-05 Novembro 2022
LISBOA